Como Evitar as Estrias na Gravidez?

O surgimento de estrias na gravidez é extremamente comum, especialmente, no abdome, seios, quadril e nádegas.

Chega a aparecer em mais de 70% das gestantes, principalmente, a partir da 25º semana, com coloração rosada, quando começa o estiramento da pele da região abdominal.

Tornam-se mais intensas no terceiro trimestre, permanecendo como cicatrizes prateadas.
O aspecto estético é o que mais incomoda a maioria das mulheres.

O que são as Estrias?

A nossa pele possui uma considerada capacidade elástica, podendo esticar sem causar lesões quando crescemos ou engordamos.
Entretanto, há um limite nessa elasticidade.

Durante a gravidez, ocorre uma distensão da pele muita rápida ao longo das semanas e nossa pele não consegue acompanhar esse ritmo, sofrendo lesões nas suas fibras elásticas.

Estas lesões da pele formam cicatrizes, que nada mais são do que as estrias.

O aparecimento das estrias sugerem correlação entre perda da capacidade de síntese dos fibroblastos e alteração na estrutura do tecido conjuntivo, inclusive, do colágeno e da elastina.

As causas das estrias na gravidez ainda não são bem compreendidas pela literatura. Aceita-se a combinação de estiramento mecânico da pele com fatores genéticos e hormonais, além do elevado ganho de peso da gestante, bem como do recém-nascido.

Como Evitar O Aparecimento Das Estrias Na Gravidez?

Durante a gravidez não é possível controlar o principal fator de risco para surgimento das estrias, que é o estiramento rápido do abdome, entretanto, podemos frear a alteração do tecido conjuntivo com a suplementação de colágeno, especificamente do tipo Verisol.

Importante destacar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já comprovou a eficácia do uso contínuo do colágeno Verisol melhorando a firmeza e elasticidade da pele, diminuindo a flacidez, além de agir na regeneração de tecidos com maior rapidez e fortalecimento da pele.

Portanto, verifica-se que a suplementação diária de colágeno do tipo Verisol pode ser capaz de evitar o aparecimento de estrias na gravidez.

Salientamos que o período gestacional é um dos mais importantes da vida da mulher, então, nunca deixe de falar com seu médico antes de fazer qualquer suplementação.

Portanto, fale com seu obstetra antes de começar a tomar o colágeno do tipo Verisol.

Ressaltamos, ainda, que a sumplementação de colágeno deve ser combinada com o respeito ao limite de ganho de peso durante a gestação, além de uma alimentação saudável e prática de atividade física regular.

Além do uso regular de colágeno, é importante associar a potente hidratação da pele, utilizando o óleo corporal com ômega 6 e ômega 9 da semente de girassol e hidratante com ácido hialurônico.

Com isso, é possível ter uma pele com textura leve, sedosa, nutrida e hidratada, propiciando maior elasticidade e firmeza.

Recomendamos que os produtos utilizados desde o início da gravidez devem livres de parabenos, álcool, sulfatos, corantes, formaldeído, hipoalergênico e dermatologicamente testado.
Não se esqueça de levar o rótulo dos produtos para seu médico avaliar o uso.

Temos certeza que com esses cuidados, você terá uma gestação mais saudável e sem as cicatrizes indesejáveis que as estrias tanto nos incomodam.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest